Muito mais que uma taça bonita

Tipos de taças para vinho

Hello, wine lovers! Certeza que vocês, assim como eu, curtem esta época em que nos encontramos com nossos seres mais queridos. Além disso, outra coisa legal desses dias é que começa a temporada de presentes. E não há melhor companhia para as celebrações que os sabores únicos que só uma garrafa de vinho argentino pode proporcionar.

Vinhos com personalidade

Hoje a qualidade do vinho argentino é better than ever. A singularidade de suas uvas, a imensa diversidade de sabores, aromas e texturas dos varietais; a dilatada trajetória dos vinhos; o terroir único do país, além da inovação e sustentabilidade enológica, dão como resultado os melhores vinhos ao nível mundial.

A Argentina possui mais de 200 varietais, entre eles Malbec, Chardonnay, Merlot, Chenin, Syrah e Torrontés, além de muitos outros. Acumula 500 anos de tradição na indústria e é o quinto maior produtor global de vinhos, sendo o número 1 em Malbec.

Além disso, a extensão e as regiões únicas da Argentina permitem diversidade de terroirs, ao que se soma o clima, as condições do solo, a altitude, o regime de chuvas e as práticas enológicas. Tudo convida para sacar rolhas com singularidade.

Tipos de copa para vino

Em busca de surpresas

Enquanto eu via rótulos argentinos na vinoteca (como os maravilhosos do Cosmic Amber Chardonnay Laranjo da Krontiras e o do Asa Nisi Masa Bonarda, da Mundo Reves), comecei a pensar em um presente para o meu pai que tenha relação com o mundo do vinho, mas que não seja uma garrafa, porque isso é o que ele sempre sugere e desta vez eu quero surpreendê-lo. 

Então tive a ideia de comprar umas taças bem lindas, para que seja algo duradouro, um tesouro pessoal que ele possa usar todas as noites, quando abra seu tinto favorito e escute algum disco do Miles Davis. 

Eu pensava que as taças de vinho eram objetos decorativos que serviam para enfeitar a mesa ou para impressionar e mostrar saber muito sobre o tema com uma aura de sofisticação (ou pelo menos isso eu pensava quando eu via Sutton, Jane e Kat, todas elegantes, brindando com suas taças em The Bold Type). Mas joguei no Google e descobri que os diferentes tipos de taças para vinho têm parâmetros técnicos, medidas e formatos diferentes. Vou spoilear o final: já está a caminho a surpresa que eu procurava e também um presente natalino para mim mesma. 

Enquanto espero minhas compras, compartilho com vocês algumas boas razões para tomar vinho em taças e dicas para os principiantes na hora de escolhê-las.

Tipos de copa para vino

Tipos de taças para vinho

Por que é melhor tomar vinho numa taça? É simples: para apreciar a bebida em todo o seu esplendor. Se estamos na montanha com amigos e abrindo uma garrafa na marra para beber em copos de camping, também vamos desfrutá-lo, porque o que vale é a experiência, a companhia e tudo ao redor. 

Mas o valor da taça de cristal é que ela nos ajuda a perceber mais características do vinho. Esta eleição também fala do nosso grau de interesse e da experiência que perseguimos: eu quero captar a magia e o espírito singular de cada garrafa. 

Praticamente tudo é definido pela forma da taça. Quando abrimos um vinho, o líquido toma contato com o oxigênio e assim os aromas se liberam. Por isso importam os diversos tipos de taças para vinho. A forma de “tulipa” condensa esses perfumes, por isso não é a mesma coisa beber vinho em um reles copo comum de borda larga. 

Por outro lado, a haste da taça tem uma funcionalidade relacionada com a temperatura da bebida, já que evita que o calor das mãos esquente o vinho. 

Por último, parece que a forma da taça faz com que inclinemos a cabeça de uma maneira determinada, que favorece que o líquido entre em contato com o paladar de modo diferente de quando o tomamos usando um copo comum. 

Tudo isso você pode comprovar fazendo o exercício em casa de servir o mesmo vinho em um copo qualquer e em uma taça de cristal, registrando as diferentes sensações que surgem no nariz e na boca. 

Eu testei (porque #curiosa sempre) e parecem duas bebidas diferentes! No copo não consegui distinguir nenhum aroma nem todas essas “camadas” de sabores que aparecem na taça à medida que os minutos passam. 

Tipos de copa para vino

Como escolher o primeiro jogo de taças

Vamos nos concentrar nas taças para usar diariamente — inclusive quando estamos sozinhos –, porque queremos transformar isso num hábito cotidiano. Inclusive encontrei vários na Amazon, onde tem sets para todos os gostos e bolsos.

Para um nível inicial, é bom saber que existem distintos tipos de taças para vinhos: tem taças sem haste lindas e acessíveis, e taças grandes de cristal duplamente temperado que são mais resistentes e duradouras. Para um nível de expertise superior, podemos mirar na ergonomia, ou seja, na forma aplicada ao uso. 

O vinho muda de expressão conforme a taça que se usa — encontrei marcas internacionais que têm uma variedade para cada cepa –, mas também é recomendável escolher um modelo intermediário adaptável a tintos e brancos. Para fanáticos e especialistas, vale a pena investir em algo super especial para elevar ao nível dos deuses o ritual de abrir uma garrafa e ter os acessórios perfeitos para saboreá-la. 

Fui por esta vertente e escolhi para o meu pai um jogo de 4 taças das que me falaram ser a melhor marca, uma para cada tipo de vinho e, para mim, duas taças universais, que pretendo estrear com o Coquena Torrontés, dos Valles Calchaquíes, região de vinhedos de altura que fica no noroeste argentino.

Comprei essa garrafa para mim há alguns dias pensando nas festas porque, segundo parece, é uma grande aposta das vinícolas argentinas.

Ah, e já investiguei como cuidá-las. Se bem quase todos os tipos de taças para vinho são aptas para lava-louças, é melhor lavá-las preferivelmente à mão e secá-las com um pano limpo de algodão.

Agora deixo esse homework para vocês: se têm amigos ou familiares que ainda não amam os vinhos, convide-os para provar o seu rótulo favorito em uma linda taça.

Tipos de copa para vino

E se você tiver dúvida sobre qual vinho escolher, compartilho com vocês as indicações do meu mestre: Mais dicas do meu Wine Guru, lição II

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *