Glamping na Argentina: férias de luxo em plena natureza

Glamping na Argentina

Acordar em meio à natureza, na imensidão da planície, frente a uma imponente montanha dentro de um bosque. Esse privilégio antes era reservado só para aqueles que se aventuravam a viajar com a sua barraca ou para os que se hospedavam em lodges ou em pousadas mais distantes. O glamping na Argentina, uma das tendências catapultadas pelo turismo pós-pandemia, aparece como uma nova possibilidade que reúne ambos estilos. 

O glamping (uma palavra que resulta da união de outras duas: glamour + camping) é uma categoria de alojamento em barracas ou cúpulas geodésicas que combina itens de luxo (tetos transparentes para observar o céu estrelado, paisagens alucinantes, camas mega confortáveis, decks privados, serviços de primeira categoria), com o contato com a natureza, o principal atrativo do camping.

É, também, uma opção sustentável, com baixo impacto no entorno e garante experiências muito procuradas hoje em dia, principalmente a distância social, a privacidade e a desconexão do alvoroço cotidiano. 

Glamping en Argentina

Glamping na Argentina, 6 opções que combinam sofisticação e paisagens agrestes

Patagônia Eco Domes, no El Chaltén (Santa Cruz)

A cerca de meia hora do El Chaltén, no caminho que leva para a Laguna de los Três e aos pés de um dos picos mais visitados pelos turistas da Patagônia, o Fitz Roy. Bem ali se localiza o Patagônia Eco Domes, uma proposta de Glamping na Argentina que funciona só durante os meses de verão. Cada cúpula possui energia solar autônoma, aquecimento com estufas, banheiro privativo e um equipamento interior que não fica devendo nada às instalações dos melhores hotéis. Outro ponto interessante: o complexo tem restaurante e oferece café da manhã incluído na diária, que também pode ser pensão completa.

Geo Glamping Dos Águas, em Capilla del Monte (Córdoba)

Esta foi uma das primeiras propostas de glamping que surgiram no país: abriu em 2011 em um terreno de más de 8 hectares em Capilla del Monte, aos pés do morro Uritorco. O Geo Glamping Dos Águas conta com quatro cúpulas privadas, com capacidade para duas ou três pessoas, e áreas de uso compartilhado (sala de estar, cozinha, churrasqueiras). Oferece café da manhã incluído na diária e tem bicicletas para passear pelas redondezas, acesso a trilhas pelas serras até o rio Dolores, além de setores de meditação. No mesmo complexo também existem cabanas e um restaurante que utiliza os produtos de estação da região para elaborar as propostas de seu cardápio. Suas instalações ficam abertas durante o ano todo. 

Eco Domos Lago Verde, em Esquel (Chubut)

Próximo do Lago Verde, no coração do Parque Nacional Los Alerces, se localiza este complexo montado no Camping Organizado Lago Verde. As cúpulas estão submersas no bosque, o que proporciona um ambiente de silêncio, tranquilidade e conexão natural. Cada cúpula funciona como um dormitório privativo, enquanto os serviços são compartilhados. No Eco Domos Lago Verde podem ser realizadas atividades como passeios em caiaque, stand up paddle e navegações–, além de cavalgadas e trekking para visitar o bosque milenar de ciprestes e a geleira Torrecillas. 

Glamping en Argentina

Alpasión, no Valle de Uco (Mendoza)

Glamping na Argentina? E em vinhedos? Sim, também é possível. Em sua chácara no Valle de Uco, a vinícola Alpasión oferece três cúpulas de luxo com cama king size, banheiro privativo, deck próprio com hidromassagem e vista para a Cordilheira dos Andes. Esta proposta permite curtir uma estadia íntima e original, a poucos passos do lodge. Quem se aloja nas cúpulas pode desfrutar de todas as suas instalações, como as visitas à vinícola, degustações, espaços comuns (biblioteca com chaminé e piscina com borda infinita, por exemplo), além do restaurante. Uma alternativa diferente para descansar e aproveitar Mendoza.

Las Ramblas, em Villa La Angostura (Neuquén)

Em Bahia Manzano, uma das regiões mais atrativas para se hospedar em Villa La Angostura, se localiza o Las Ramblas. Na beira do lago Nahuel Huapi e com vista para a Cordilheira dos Andes, oferece sua experiência “Glamping Inspira” com um amplo menu de opções: tem cúpulas geodésicas, uma “bolha transparente” (uma estrutura de policarbonato que permite observar o céu patagônico), uma pirâmide de vidro e uma cúpula panorâmica gigante. Cada um deles possui cama box king size, deck exterior e tudo o que é necessário para uma estadia confortável e diferente no caminho dos Sete Lagos. Funciona de novembro até a Semana Santa.

Glamping en Argentina

Puesto Viejo Estância, em Cañuelas (Buenos Aires)

Os que preferem um fim de semana de desconexão sem se afastar demais da cidade de Buenos Aires podem escolher esta opção. A Puesto Viejo Estância fica em Cañuelas, a cerca de 70 quilômetros do centro portenho, e conta com 20 barracas safári equipadas com cama e banheiro privativo completo. Na propriedade há um labirinto de pinos, um estábulo de polo e setor de churrasqueiras. A estadia inclui uma cavalgada e três refeições, e é um plano ideal para curtir com amigos ou em família.

Quer continuar conhecendo a riqueza gastronômica da Argentina? Clique agora neste link: A terra do sol oval: conheça a estrada do azeite de oliva argentino

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *