20 destinos imperdíveis da mágica Ruta 40 – (Parte 2)

imperdíveis da Ruta 40

De Mendoza a Jujuy, a Ruta Nacional 40 abre as portas para todo o encanto e o colorido do norte argentino. Possui tantas atrações que é até difícil selecionar apenas vinte, mas nesta matéria completamos nossa promessa e oferecemos a segunda parte do TOP 20 dos destinos imperdíveis da Ruta 40. 

Após ter percorrido esta estrada emblemática de Santa Cruz a Cuyo, Sonia Renison e Juan Pablo Armenio, dois de seus documentaristas proeminentes, nos levam agora a conhecer o trecho que termina em La Quiaca.

Sonia tem autoridade para recomendar onde se deve prestar especial atenção durante a viagem. Jornalista, reúne as histórias que coletou ao longo de 20 anos em que fez o mesmo número de jornadas pela RN 40.  

Com essa experiência (e as fotos de Alejandro Guyot) publicou um livro, chamado Ruta 40, e gera conteúdos para o seu Blog temático www.blogruta40.com.ar

Juan, por sua vez, durante quatro meses de 2015 explorou as 11 províncias que a Ruta 40 atravessa de sul a norte do país, na companhia de sua família. 

O resultado de sua viagem foi publicado no livro 40 Excusas Para Recorrer la Ruta 40 (40 Desculpas para Percorrer a Estrada 40, em tradução livre), onde compila todos os detalhes da travessia (que foi também documentado palmo a palmo em https://www.facebook.com/travesiaruta40)

Ambos compartilham a seguir uma segunda parte das atrações que nenhum visitante pode perder ao viajar pela mítica Ruta 40.

imperdíveis da Ruta 40
Sonia Reninson.

Top 20 imperdíveis da Ruta 40: de Cuyo ao norte

11. San José de Jáchal, San Juan. “Em um contexto de vinho e oliveiras como síntese da cultura, da produção e da história, no norte da província este povoado intacto honra as suas tradições. Lá se come o doce de marmelo, iguaria típica de San Juan”, indica Sonia.

12. Cuesta de Miranda, La Rioja. “É um trecho da estrada Ruta 40 que se pendura nas abruptas paredes do desfiladeiro do rio Miranda. Cruza um vale entre as Serras de Famatina e Sañogasta”, comenta Juan. 

“Nessa passagem, a estrada RN 40 serpenteia entre o rio e as montanhas e é composta por mais de 300 curvas. Uma paisagem única, entre vermelhos e verdes que antecipam a formação Talampaya, hoje um Parque Nacional”, completa Sonia.

imperdíveis da Ruta 40
Cuesta de Miranda, La Rioja.

13. Pucará de Hualco, San Blas de los Sauces, La Rioja. “Trata-se de uma região arqueológica composta por numerosos recintos com diferentes funcionalidades, que teriam sido ocupados desde os primeiros séculos depois de Cristo. A vista do entardecer no Pucará — recomenda Juan — é incomparável”. 

14. Santa María, Catamarca. “A 40 enlaça com a Ruta del Telar, que abarca mais de 50 empreendedores. E em Santa María de Yokavil, Capital Provincial da Arqueologia, em 21 de junho se celebra o Inti Raymi, quando mais de 400 jovens reproduzem a última festa do sol antes da chegada dos espanhóis”, sugere Sonia.

imperdíveis da Ruta 40
Inti Raymi.

15. Shincal de Quimivil, Londres, Catamarca. “É um Monumento Histórico Nacional — destaca Juan — que conserva ruínas incaicas. Possui 23 hectares de superfície, mais de 100 edificações e foi capital de uma província Inca. É o mais parecido a Machu Pichu que se pode ver na Argentina”. 

16. Ruínas de los Quilmes ou Cidade Sagrada de los Quilmes, Tucumán. “O povo originário que habitou esta cidade — lamenta o viajante — foi arrasado durante as Guerras Calchaquíes, seus habitantes foram desterrados e esquecidos por séculos. Hoje é uma amostra majestosa da vida daqueles povoadores”.

imperdíveis da Ruta 40
Ruinas de los Quilmes.

17. Tiu Punco, Tucumán. “Neste deserto localizado próximo a Amaicha del Valle foi filmado o filme argentino do gênero faroeste “Aballay”. E o visitante pode descobrir o som do silêncio”, sussurra Sonia.

18. Quebrada de las flechas, Salta. “Uma paisagem lunar no coração dos Valles Calchaquíes, com formações rochosas de aspecto estranho que sobressaem até 50 m acima do solo, protegidas como Monumento Natural Angastaco. Viajar na companhia dessas paredes de pedra — comenta Juan — não tem preço”.

19. Payogasta, Salta. “Nesse trecho a estrada Ruta 40 passa pelo meio da cidade. É a região ideal para conhecer a cada outono o processo de secagem da pimenta vermelha, posteriormente moída para fabricar especiarias. Nesse processo, a colheita é deixada para secar sob o sol nas ladeiras das montanhas. Com isso, é possível ver cartões postais únicos”. 

Também — acrescenta Sonia — é o lugar perfeito para conhecer a história do Herói Gaúcho Nacional, Martín Miguel de Güemes”. 

imperdíveis da Ruta 40
Tío Punco, Tucumán.

20. Cienaguilla, Jujuy. “No salto da bota de cano curto desenhado no mapa da província, Coyaguayma é especial. Mas é preciso chegar em Cieneguilla, onde a cooperativa têxtil Kippus preserva e reproduz a cultura ancestral dos tecidos”, conclui Sonia.

Chegamos ao final do caminho destas 20 atrações imperdíveis da Ruta 40. Mas agora começa a aventura pessoal, a que permite que cada visitante experimente a sua própria versão da Ruta Nacional 40, do seu jeito e no seu tempo. Boa viagem!

Quer saber mais dicas para viajar pela Argentina? https://blog.winesofargentina.com/pt-pt/breaking-pt/os-melhores-restaurantes-de-vinicola-em-mendoza/

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.