A argentina Valeria Gamper se consagra a Melhor Sommelier das Américas 2022

Valeria Gamper

Na sexta edição do Concurso Melhor Sommelier das Américas 2022, organizado em Santiago do Chile — entre os dias 16 e 19 de fevereiro — pela Association de la Sommellerie Internationale (ASI), tendo a Associação Nacional de Sommeliers do Chile como anfitriã do evento, a argentina Valeria Gamper conquistou o primeiro lugar na competição de Sommellerie mais importante do continente.

Durante três jornadas, as e os melhores profissionais da Argentina, do Brasil, do Chile, do Canadá, da Colômbia, do Equador, dos Estados Unidos, do México, da República Dominicana, do Uruguai e da Venezuela competiram pelo título de Melhor Sommelier da região e também por uma vaga no Concours ASI du Meilleur Sommelier du Monde 2023, que será realizado na França.

“Este é um reconhecimento muito grande, estou contente e agradecida. É um privilégio ter ganhado um concurso tão difícil, talvez o mais complexo de todos que já participei. Preparei-me durante seis meses muito intensos, com um rigoroso calendário de temas teóricos e degustações. A chave foi o treinamento que fiz em Paris com o sommelier Armandine Pastourel e sua equipe no restaurante La Dame de Pic. E a partir de agora, com muita emoção e garra, darei o melhor de mim para ficar bem posicionada no próximo Mundial”, revelou Gamper em uma entrevista para a Wines of Argentina. 

Valeria Gamper

Valeria Gamper já se prepara para o Mundial

O Concurso Melhor Sommelier das Américas foi composto por três instâncias: uma primeira competição em que todos os sommeliers participaram, que incluía uma prova escrita, uma degustação de vinhos às cegas com harmonizações de pratos e um teste de serviço. 

Desta primeira rodada foram eleitos os semifinalistas, que neste caso foram Valeria Gamper e Martín Bruno, da Argentina; Tiago Roberto Locatelli, do Brasil e Hugo Duchesne, do Canadá, além de Mark Guillaudeu e Dustin Chabert, dos Estados Unidos.

Na seguinte etapa, os semifinalistas voltaram a participar de testes de degustação e serviço até que, no sábado, dia 19 de fevereiro, durante a cerimônia principal do Concurso, foram revelados os nomes dos três finalistas. 

A Argentina começava a demonstrar todo o seu potencial quando foi revelado que o trio que competiria pelo título estava integrado por Bruno, Duchesne e Gamper, conforme a ordem que disputaram a final.

“Foi realmente muito difícil, sobretudo o exame escrito e algumas provas que nunca tive que passar em outros concursos, como uma de chá na semifinal, ou uma das harmonizações que incluía saquê. O concurso foi muito exigente e, nesse sentido, quero destacar a formação integral que nós sommeliers recebemos na Argentina, inclusive com as limitações de nem sempre poder ter acesso a todos os vinhos do mundo. As escolas argentinas formam grandes profissionais, a maneira como estudamos em nosso país não sei se é viável em outros lugares”, reflete Gamper.

Valeria Gamper

Transmitida ao vivo pelo YouTube direto do Sheraton Santiago Hotel & Convention Center, a definição do concurso manteve na expectativa profissionais da sommellerie do mundo todo, acompanhando o desempenho dos participantes em provas de degustação e reconhecimento de vinhos e destilados. Na sequência, eles tiveram que enfrentar uma complexa prova de serviço e, por último, encarar um desafio que demandava o reconhecimento de imagens de vinhedos ao redor do mundo, personalidades e objetos relacionados à vitivinicultura global.

Após um longo debate, o jurado anunciou que o argentino Martín Bruno havia ficado em terceiro lugar. E Peer F. Holm, presidente da Association da Sommellerie Internationale, comunicou que Valeria Gamper havia sido eleita a nova Melhor Sommelier das Américas 2022.

Com esse título recém-conquistado, a Argentina coleciona o segundo primeiro lugar nesse prestigioso concurso (Paz Levinson faturou em 2015, também no Chile), e ganha, além disso, uma vaga no Concours ASI du Meilleur Sommelier du Monde 2023. 

“A respeito do panorama atual da sommellerie na Argentina, penso que vivemos um momento de muita criatividade. A nossa profissão ganha vida graças aos vinhos e outros produtos que estão sendo elaborados. Não existe medo de experimentar, há novas categorias que, quando eu comecei, não estavam. Mesmo assim, temos muito compromisso. Comprovei isso na pandemia, quando não havia perspectiva de quando os restaurantes e as vinícolas voltariam a abrir, o entusiasmo constante de meus colegas em comunicar o nosso trabalho. Graças a isso e apesar de todas as dificuldades, recebi muitas mensagens de gente me perguntando onde poderiam estudar e se especializar. Isso é muito animador”.

Valeria Gamper
Matías Prezioso, Valeria Gamper y Martín Bruno.

Quem é Valeria Gamper

Consagrada Melhor Sommelier da Argentina em 2019, Valeria Gamper conta com uma sólida experiência em competições internacionais: em 2018 ficou em quarto lugar no Concurso de Melhor Sommelier das Américas, realizado no Canadá. Ela chegou a participar dessa competição a partir do segundo lugar que havia obtido no concurso nacional de 2017. 

Radicada na Espanha desde 2020, Gamper atualmente se desempenha como consultora e wine educator. Seu currículo destaca o trabalho como docente na escola de sommelier CAVE, onde realizou seus estudos, e também na escola argentina de gastronomia IAG. 

Como profissional deu seus primeiros passos no Four Seasons Hotel Buenos Aires, trabalhando para a distribuidora de vinhos Cluster Selected Wines, além de ser Wine Ambassador da Viña Cobos.

Continue lendo e aprendendo mais sobre os vinhos da Argentina: https://blog.winesofargentina.com/pt-pt/breaking-pt/os-vinhos-mais-curiosos-da-argentina/

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.