Cabernet franc y su potencial en argentina

Cabernet franc y su potencial en argentina

Tenho falado muito sobre a Cabernet Franc e o seu potencial na Argentina. E este ano, ci mais gente se surpreendendo com ela no último Argentina Wine Awards, arrancando aplausos e elogios de críticos importantes como Steven Spurrier e os brasileiros Jorge Lucki, Susana Barelli, entre outros jurados internacionais.

Com mais de 600 hectares plantadas – mais da metade em Mendoza – a CF é uma uva que amadurece mais cedo que a Cabernet Sauvignon por exemplo. Por isto, o Vale do Uco, que fica um pouco ao sul da cidade de Mendoza, é uma região bem propícia para ela, já que apresenta um clima um pouco mais frio. Há plantações importantes também em San Juan (120 km ao norte de Mendoza), Patagonia (Rio Negro e Neuquén) e um com um pouco menos de importância, em La Rioja e Salta.

Não dá para aqui citar todos os Cabernet Francs Argentinos que são vinhos varietais, pois são muitos, mas vou comentar aqui os mais famosos e disponíveis no mercado brasileiros e também que eu já experimentei. A começar pelo pontuado e premiado Andeluna Pasionado Cabernet Franc. Este vinho, muito reconhecido pela crítica, tem como principal característica o herbáceo intenso ao invés da fruta, que acredito, é o que buscam os enólogos da Bodega Andeluna: Expressa a máxima tipicidade da uva.

O Benegas Meritage Cabernet Franc é também um bom exemplo de tipicidade, mas um pouco mais equilibrado com a fruta que o  Andeluna. Colocaria numa mesma categoria, alguns outros vinhos, como o Lagarde Guarda Cabernet Franc, o Angelica Zapata Cabernet Franc, o La Celia Gran Reserva, o Casarena Cabernet Franc e o FIN Cabernet Franc (Bodegas Fin del Mundo – Patagonia). Pra mim, são exemplos de vinhos que equilibram a fruta e o herbáceo, se tornando assim, acredito, mais fáceis para o consumidor que não conhece muito a uva e quer conhecer, pois se mostram mais fáceis de tomar.

O Humerto Canale Gran Reserva Cabernet Franc caminha mais para a fruta em detrimento ao herbáceo e talvez seja o vinho ideal de entrada para os que desejam conhecer mais esta uva. Entenda-se vinho de entrada não pelo preço, mas pelas suas características, de ter mais fruta. Importante dizer que todos eles envelhecem em barricas de carvalho, alguns mais e outros menos, mas esta é outra característica da Cabernet Franc: Envelhecer bem em barricas.

Comentarios

Aún no hay comentarios. ¿Por qué no comienzas el debate?

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.