Rosé de Malbec: um arco-íris para celebrar à mesa

Rosé de Malbec

Alguns rosé de Malbec são da cor salmão, outros são etéreos como vinhos brancos. Também podem ser de um vermelho cereja fluorescente, de um elegante cobre tipo casca de cebola ou inconfundivelmente rosados, bem como de tons claretes. Complexo desse jeito é o arco-íris formado pelos rosados da Argentina, com uma característica em comum: todos são frutados e perfeitos para acompanhar as comidas cotidianas.

Façamos um exercício. Por um instante, imagine que o sol se põe e que é hora de jantar. Você vai a uma pizzaria qualquer do seu bairro, ou melhor, pede uma pizza em sua casa e pega na geladeira uma garrafa de Rosé de Malbec. Você o serve e o perfume das cerejas invade o ambiente e energiza a noite, revitalizando o que resta do dia. 

Rosé de Malbec

Depois de um gole, essa frescura envolvente com uma pitada seca nas gengivas abre o seu apetite. Justo quando você tem no prato à sua frente uma porção de felicidade.

Agora substitua a pizza por qualquer outro alimento: pode ser uma tábua de frios, um bagel com salmão, uma massa com molho pesto, vegetais grelhados, uma salada César ou Nicosia, amendoim torrado, pretzel, shawarma, um arroz simples ou um risotto de cogumelos. Qualquer comida que você imaginar dentro de uma categoria de sabores triviais irá bem com um rosé de Malbec.

Por que os rosé de Malbec são especiais?

A razão é simples: a mesma magia que faz do Malbec um tinto delicioso e amigável permite que os rosados elaborados com ele sejam maleáveis e refrescantes. Alguns, além disso, oferecem a fagulha elétrica de uma acidez que os acende e, outros, certa doçura que envolve o paladar dos degustadores. Apenas é necessário entender o arco-íris estilístico que explica cada uma das cores possíveis. 

A paleta de tons da variedade rosé de Malbec também é um guia de estilos. Assim como em quase todas as variedades, mas é particularmente exata para o Malbec. Dado que a tendência é engarrafá-lo em vidro transparente, vamos propor um roteiro para apreciar todas as alternativas.

Rosé de Malbec: o guia

Malbec Rosé pele de bebê. São os mais etéreos, quase angelicais em seu aroma de cerejas e pétalas de rosas. Oferecem um tato suave de plumas e frescura que funciona como um tensor que envolve todo o paladar. Perfeitos como aperitivos, costumam trazer certo grau de suave dulçor.

Malbec Rosé salmão. Oferecem aromas frutais, onde as cerejas de distintas variedades marcam o ritmo, enquanto o paladar propõe certo veludo, com frescura envolvente e leve pressão nas gengivas. Ideais para acompanhar muitos pratos, já que a amplitude para a sua harmonização é vasta, sempre amparada na secura.

Malbec Rosé casca de cebola. Os desta categoria vão pela expressão, em que ameixas e cerejas se combinam com ervas – mas não de forma excludente– e em geral se amparam em um paladar tão vibrante quanto suave. Como é uma das cores de Rosé mais difíceis de conseguir, costumam também ser mais escassos.

Malbec Rosé cereja acentuada. Oferecem um perfil de ameixa a ameixas maduras, com um traço mais marcado, que lembra o suco das ameixas fervidas. O paladar é mais consistente e a acidez é um fator menor, já que o volume do vinho a envolve e dissimula, embora esteja lá. Funcionam bem com pratos um pouco mais potentes, como os que contêm molhos vermelhos ou cremes.

Malbec Rosé clarete. À simples vista, parecem tintos de coloração leve, como podem ser certos Pinot Noir, mas em rigor não chegam a tanto. Frutados, com algum trabalho de maturação, podem oferecer também notas de carvalho que dão volume ao paladar, sem resignar uma boa frescura que os agiliza. São a conexão perdida entre os tintos, os rosados e os brancos. E, ao mesmo tempo, a porta de entrada perfeita para o que vêm do mundo tinto.

Rosé de Malbec

É claro que entre estes estilos existem pontos intermediários. E também, como acontece com a tendência rosé no mundo, alguns Rosé de Malbec oferecem garrafas especiais: de garrafões de um litro e meio a outros em forma de prisma ou com ombros planos. 

Mas, tendências à parte, se algo está claro no arco-íris que os Malbec propõem é que os Malbec rosé são os que funcionam bem como aperitivos e vinhos de comida.


Para saber mais sobre os vinhedos essenciais de Malbec na Argentina, clique aqui: 11 vinhedos essenciais para o Malbec argentino

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *