Lançam Vinodinámicos: o universo orgânico ganha força na Argentina

Vinodinámicos

Os vinhos orgânicos são uma tendência em ascensão a escala mundial, tanto em matéria de elaboração como de consumo. Basta acompanhar as estatísticas internacionais para notar que, diferente de muitas outras categorias, na hora de falar de vinhos sustentáveis, orgânicos ou biodinâmicos, os indicadores são sempre positivos para o setor. 

O dado é que, na última década, a superfície de vinhedos orgânicos se quintuplicou ao nível global e já alcança os 467.760 hectares. O consumo mundial de vinhos elaborados com uvas orgânicas, por sua parte, representa cerca de 3% do volume total. 

E se se consideram os dados das principais certificadoras, a eles é preciso somar os milhares de hectares em processo de conversão e aqueles que apelam às práticas naturais sem o objetivo de obter certificação.

Com números tão positivos, o fenômeno repercute na Argentina, ganha força e entusiasma os produtores a trabalharem em equipe. Tanto que, inclusive, um grupo lançou em junho de 2021 uma associação chamada “Vinodinámicos”, para dar uma estrutura de trabalho à causa em comum. Do que se trata?

Vinodinámicos

Vinodinámicos: a união faz a força

Em 2020, as 76 vinícolas argentinas com certificação orgânica conseguiram duplicar a quantidade de inscritas que havia em 2013, enquanto os vinhedos certificados cresceram 232% no mesmo período.

Com esse salto, cada vez mais vinícolas argentinas se orientam no sentido da produção de uvas orgânicas, da certificação de seus processos e da incorporação de protocolos de sustentabilidade. 

Sem importar qual produtor se consulte, todos reconhecem a importância de assumir compromissos com o meio ambiente e a maioria admite que é hora de contribuir concretamente à pauta. 

Assim nasceu Vinodinámicos, uma associação sem fins lucrativos cujo principal objetivo é agregar esforços e atitudes para avançar num mesmo sentido. 

Juntos eles trabalham sobre problemáticas comuns que incluem temas técnicos, comerciais, de comunicação e tudo relacionado com as certificações. “Somos um grupo dinâmico que trabalha em comunhão com o entorno”, explica Maurício Castro, coordenador dessa agrupação atualmente formada pelas vinícolas Alpamanta, Bodega Piedra Negra, Casa de Uco, Bodega Chakana, Domaine Bousquet, Ernesto Catena Vineyards, Escorihuela Gascón, Bodega Krontiras, SuperUco e Vinyes Ocults. 

“O que nos une é o compromisso de desenvolver uma agricultura salutar e responsável para a produção de vinhos orgânicos e biodinâmicos de alta qualidade, que reflitam o lugar de onde provêm e o respeito pelo homem e pela natureza”, afirmam.

Capacitação com especialistas

Como parte de sua missão, no dia 14 de junho de 2020 Vinodinámicos ministrou o seminário “Universo Orgânico”, incluído no programa de formação “Argentina 3D”, organizado pela Wines of Argentina e que foi presenciado por sommeliers e especialistas do negócio do vinho de toda a América Latina.

Vinodinámicos

Durante esta apresentação, Castro e as winemakers Maricruz Antolin, da Bodega Krontiras, e Victoria Brond, da Bodega Alpamanta, compartilharam suas experiências e filosofia de trabalho, onde destacaram os seguintes valores essenciais de Vinodinámicos:

  • INTEGRIDADE: “Somos autênticos, coerentes e francos em nossos pensamentos, emoções e ações. Mantemos uma atitude consistente com nossos valores”.
  • GENEROSIDADE: “Compartilhamos nossos conhecimentos e experiências no grupo e inseridos no contexto social”.
  • TENACIDADE: “Sustentamos a determinação na busca pelo conhecimento, para enriquecer nossa vida”.
  • VÍNCULOS: “Valorizamos a amizade, a empatia, a camaradagem, o trato cordial e a solidariedade”.
  • COMPROMISSO: “Estamos comprometidos com a convicção pessoal, com o paradigma e com o nosso grupo de pares”.
  • RESPEITO: “Valorizamos a diversidade e a promovemos”.
  • INOVAÇÃO: Buscamos continuamente novas metas e métodos, nas diferentes dimensões estratégicas”.

Assista o Seminário “Universo Orgânico”, apresentado pela Vinodinámicos aquí

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *