Malbec, a estrela de qualquer mesa

Harmonização Malbec

Habitualmente, quando se fala em Malbec, é automático associá-lo às carnes. No entanto, a harmonização Malbec pode ser muito diversa.

Entre os diferenciais do Malbec, a versatilidade é sem dúvida uma das características que favorece o seu sucesso internacional. Distinto de outras cepas famosas como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah, o Malbec dá origem a uma multiplicidade de vinhos pouco comuns. Podemos encontrar versões brancas, rosé, espumantes e até adocicadas do Malbec. Em matéria de tintos, se destacam as opções sutis e frescas que vão até os do tipo Gran Reserva, que oferecem um caráter mais potente.

É por isso que sempre existe um rótulo de Malbec ideal para cada prato e para acompanhar qualquer ocasião. Vamos descobrir o abecê da harmonização com o Malbec.

Harmonização do Malbec: Rosé para pratos leves

Esta é uma categoria em ascensão entre as bodegas argentinas. À diferença dos rosados de outros tempos, os que se elaboram atualmente com uvas malbec alcançam uma expressão próxima à de um rosado de Provence, embora com um estilo um tanto mais intenso de sabor e de acidez mais controlada.

Estes vinhos, por exemplo, são ideais com saladas que tenham alguma proteína entre seus ingredientes, como é o caso da salada Caesar ou de um antepasto italiano. Inclusive vão bem em receitas de inspiração mediterrânea, como o baba ganoush, o hummus, o tabule ou uma salada com falafel.

Por último, estes rosados de Malbec também se destacam com diferentes queijos, como pecorino e fontina, e até mesmo com outros mais intensos como o roquefort e o gorgonzola.

O Malbec de todos os dias

Na hora de pensar em vinhos que devemos ter sempre guardados em casa, esta categoria é relevante. São indispensáveis se recebemos visitas de surpresa ou se não queremos cozinhar e pedimos um delivery. Trata-se de vinhos tintos frescos, geralmente sem passagem por barril, de aromas frutais profundos com paladar médio e suculento.

Entre as harmonizações mais surpreendentes para apreciar com um Malbec leve, uma bem simples é servi-lo com uma boa porção de fried chicken. Mesmo se vier acompanhada de um molho apimentado, será possível notar rapidamente que o vinho e o prato estão feitos um para o outro.

Até os hambúrgueres ficam melhores com os Malbec mais leves, desde os mais clássicos com cheddar, até os mais poderosos, que incluem bacon e blue cheese burger. E nem falar das pizzas, em quase todas as suas versões, basicamente porque a mozarela e o tomate fresco junto às especiarias mediterrâneas harmonizam com um jovem Malbec da mesma forma que podem fazê-lo um Chianti ou um Sangiovese.

Malbec new wave

Nos últimos anos, o Malbec encontrou a sua complexidade no caminho da simplicidade e cada dia são mais numerosos os vinhos Malbec elaborados com mínima intervenção, sem passagem por barril e talvez somente criados em cimento. Assim, os vinhos que começam a oferecer sabores mais sofisticados o fazem com muito protagonismo dos aromas primários como frutos vermelhos e roxos, enquanto no paladar são vibrantes, com texturas firmes e final suculento. Estes são ideais para acompanhar pratos onde os Malbec de estilo mais tradicional não funcionavam tanto. Por exemplo, desde o sabor simples das carnes brancas grelhadas, como o frango e o porco, até peixes com maior teor de gordura, como o salmão, a corvina e a merluza negra. Inclusive sabores intensos e agridoces da cozinha chinesa como as spareribs, o general Tso‘s chicken ou um pato Pekín sempre encontram nestes vinhos boa harmonia.

Malbec Reserva para as carnes

Assim como hoje a Argentina é sinônimo de Malbec, há muito tempo, bem antes disso, o principal produtor de vinhos do hemisfério Sul se tornou famoso pela qualidade de suas carnes e, em especial, as cozinhadas em brasas. Logicamente, isto transformou o Malbec no companheiro inseparável dos churrascos de carnes vermelhas.

Por isso, no momento de ligar o grill ou de preparar tudo para um BBQ no jardim, a escolha mais simples de vinhos é um Malbec argentino.

Seja para acompanhar um prime rib ou uma suculenta costela, a voluptuosidade de um Malbec criado em barrica é sem dúvidas uma escolha que renderá muitos aplausos. Da mesma forma se o cardápio for composto por um beef brisket com molho BBQ, um corte de cordeiro ou um saboroso steak.

Mas falar de carnes não apenas implica pensar em churrasqueira; assar um peru ou um faisão no forno e servi-los com uma boa garrafa de Malbec também é uma eleição certeira, ainda mais se o molho para umedecer estas carnes de ave for à base de um Malbec jovem e fresco ou, por que não, um rosê.

Se você gostou desse artigo, não deixe de ler: Por que nós amamos tanto o Malbec

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *